Arquivo do dia: março 28, 2012

Viver do #Lixo: #PortoAlegre me dói…

Andar nas ruas de Porto Alegre não representa viver em paz, contemplar o lindo Por do sol do Guaíba, passear pelo brique num alto astral. Porto Alegre é demais... Demais sujeira nas ruas, demais alagamentos, demais abandonos... Sentimental é encontrar diariamente dezenas de pessoas que vivem nas ruas, com medo, acoados, largados à própria sorte, tendo filhos em meio ao lixo, dormindo e comendo com ele.
Hoje, conheci Seu Paulo, um senhor de 62 anos, sete filhos, ele trabalha nas ruas há 4 anos. Segundo ele, se tornar um catador foi a ultima alternativa de sobrevivência "decidi catar papel quando não vi mais saída para sustentar meus filhos e esposa".
Paulo, mora na ilha grande e circula nas ruas durante o dia, ele se considera um privilegiado por não morar nela, "tenho 3 filhos comigo ainda, um de 16, um de 13 e um de 12, os outros ja foram embora, mas estes que eu tenho dependem de mim, não quero que virem marginais, enquanto eu puder, vou catar papel e trabalhar muito para garantir pelo menos um teto a eles", concluiu. (Foto: movimento municipalista)

(abaixo a reportagem do portal g1.globo.com)


Catadora de lixo de 38 anos se sentiu mal e teve bebê na manhã de quarta.
Mãe e filha foram encaminhadas pelo Samu a hospital e passam bem.

Uma catadora de lixo de 38 anos deu à luz uma menina sobre um carrinho de coleta no final da manhã desta quarta-feira (28) perto do terminal de ônibus Parobé, no Centro de Porto Alegre, informou a Brigada Militar. Segundo o pai da criança, o também catador de lixo Geracildo Carvalho, o casal não sabia da gravidez. Ele acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) porque mulher se sentiu mal, mas o nascimento ocorreu antes da chegada da ambulância.
“Ela me disse que estava sentindo dores no corpo. Levei a mão à barriga, senti o corpo dela um pouco duro e disse que achava que ela estava grávida. Ela disse que não ganharia mais nenhuma criança”, disse Geracildo.
A orientação de chamar o Samu partiu dos policiais militares que estavam no local. Antes da chegada da ambulância, a mulher pediu para ir ao banheiro.
“No trajeto da mulher até o banheiro a criança veio ao mundo. Ele (Geracildo) veio rapidamente nor avisar que o bebê havia nascido. Estava surpreso, pois nem sabia da gravidez”, disse o policial militar Fernando Sparremberger.
Os policiais esperaram pela chegada de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao lado da mãe, que ficou sobre o carrinho até a chegada dos médicos. “Os primeiros atendimentos são essenciais, até para verificarmos se o cordão não estava no pescoço da criança. Não havia como retirar a mãe e a criança do carrinho”, disse o policial Maurício Gonçalves ao G1.
Não é a primeira vez que Gonçalves enfrenta a situação. Ele conta que já levou uma mulher em trabalho de parto a um hospital. “Ela não ganhou (o bebê) na viatura. Quando podemos nos deslocar, fazemos isso, mas cada caso é um caso. O principal é o primeiro atendimento, quando verificamos quais procedimentos devemos adotar”, explica.

fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2012/03/sem-saber-que-estava-gravida-mulher-da-luz-no-centro-de-porto-alegre.html

Reciclar é arte, dicas de Cris Gotz

Não deixem de visitar o Facebook de Tereza Cristina Andrade Araujo que tem as mais lindas dicas de como reciclar com arte. MUST SEE!

A reciclagem de garrafas pet ajuda muito na luta para a retirada de impurezas do meio ambiente, pois ele acaba prejudicando o processo de decomposição dos outros lixos por impermeabilizar algumas camadas de lixo não deixando circular líquidos e gases.

O vidro é um material ideal para a reiclagem e pode, dependendo das circunstâncias, ser infinitamente reciclado. O uso de vidro reciclado em novos recipientes e cerâmicas possibilita a conservação de materiais, a redução do consumo de energia (o que ajuda nações que têm que seguir as diretrizes do Protocolo de Quioto) e reduz o volume de lixo que é enviado para aterros sanitários.

Esta é uma dica do Facebook do SUSTENTADOR da Argentina, confiram no http://www.facebook.com/sustentator

Fonte e fotos: http://www.facebook.com/profile.php?id=1794592013 por Tereza Cristina Andrade Araujo

Vida nos lixões: tema de #novela, assunto da conferência #RIO+20 e grave problema das grandes #cidades do Brasil

Rita, na novela Avenida Brasil é a própria encarnação televisiva de uma dos contextos mais desafiadores para quase todas as cidades brasileiras: a vida nos lixões. A personagem infantil da novela Avenida Brasil é o retrato da crueldade da “guerra do lixo” estabelecida dentro das grandes metrópoles do país.

Por Luciano Medina Martins

Mel Maia, a atriz mirim que interpreta Rita, na novela Avenida Brasil é a própria encarnação televisiva, devidamente novelizada e glamourizada, do maior desafio dos direitos humanos e da sustentabilildade para quase todas as cidades brasileiras, a vida nos lixões . Ela é o retrato da crueldade da “guerra do lixo” estabelecida dentro das grandes metrópoles do país.

A falta de recolhimento de lixo, a falta de separação de lixo, o baixo percentual de reciclagem de lixo e a forma fácil como pessoas podem se engajar informalmente nos batalhões de coletores, catadores e separadores de lixo que abastecem intermediários que vendem material reciclável que estão ganhando cada vez mais dinheiro são o scenario onde estão crescendo as crianças de rua, os sem teto e muitos dos retirantes do novo milênio.

Rita conta uma história de milhões de crianças brasileiras que trabalham nos maiores lixões do mundo, que são no Brasil. Vivendo em condições que violam os direitos humanos, o respeito as infância e as obrigações de educação da sociedade e do estado para com as crianças o personagem traz a tona o debate que é latente e muito diferente da novela de escândalos palacianos que lota as páginas de política dos jornais.

Em junho acontece uma das mais importantes conferências do mundo no Brasil, a RIO+20, e Rita é tranquilamente um dos ícones do debate que vai acontecer sobre desenvolvimento sustentável. Os diretores e produtores da novela estão de parabéns, provaram que novela é cultura e debate político, ambiental e social de relevância.

(abaixo a reportagem pulicada no portal da Rede Globo)

Mel Maia e Bernardo Simões serão Débora Falabella e Cauã Reymond

Atores mirins protagonizam amor de infância de Rita e Batata na primeira fase

Nada mais puro do que o amor infantil. É isso o que Mel Maia e Bernardo Simões vão mostrar com muito talento e graça em Avenida Brasil, que tem estreia prevista para 26/03. Na trama, eles interpretam Rita e Batata, personagens de Débora Falabella e Cauã Reymond na primeira fase. Ambos serão abandonados no lixão, onde se apaixonarão debaixo do teto da carinhosa mãe Lucinda.

Mel tem apenas sete anos e já vem dando um show de interpretação. Esta é a primeira novela da jovem atriz, que conta com a ajuda de Bernardo, que está em sua segunda novela, além de outras participações na TV. Os dois protagonizam cenas delicadas e de emoção que prometem balançar o público com o ar ingênuo e doce de crianças.

Espevitada que só ela, Mel Maia esbanja alegria pelos bastidores da novela. Mas sua personagem terá uma carga emotiva grande, que requer grande concentração. Mel classifica Rita como uma menina sofrida: “Sinto pena dela, enxergo nela uma menina muito sofrida e chateada. Mas, ao mesmo tempo, é corajosa.”

Bernardo também está entusiasmado com o papel e conta o que está achando de representar o personagem de Cauã Reymond quando jovem: “Muitas crianças gostariam de estar no meu lugar. Estou aproveitando bem, com o máximo de dedicação”.

Radiante com o trabalho, Mel garante que carreira de atriz já faz parte de sua vida. “É isso que quero para o resto da minha vida, até quando crescer”.

Acompanhe tudo o que acontece em Avenida Brasil e não deixe de conferir o trabalho dessa dupla!

Fonte: http://tvg.globo.com/novelas/avenida-brasil/Bastidores/noticia/2012/03/mel-maia-e-bernardo-simoes-serao-debora-falabella-e-caua-reymond.html