#RANKING DAS 100 MELHORES #CIDADES DO BRASIL PARA MORAR

(Charge: palavras.blog.br)

Neste ranking, 82 municípios possuem menos de 300 mil habitantes e exatamente a metade tem menos de 100 mil habitantes. Apenas duas cidades gaúchas estão entre as colocadas na pesquisa Firjan desenvolvimento municipal (IFDM). No grupo das 100 melhores, 87 são municípios do estado de São Paulo. Os 13 restantes se encontram no Paraná (Maringá, Londrina e Curitiba), Santa Catarina (Brusque, Videira e Jaraguá do Sul), Rio de Janeiro (Macaé e Niterói), Rio Grande do Sul (Marau e Lajeado), Goiás (Catalão), Espírito Santo (Vitória) e Minas Gerais (Nova Lima).

A comparação absoluta de cada município permite medir se a efetividade das políticas públicas resulta em melhores condições sócio-econômicas da população. É um trabalho de fôlego, desenvolvido pelo corpo técnico do Sistema Firjan, com consulta a especialistas externos. Foram mapeados indicadores para todos os 5.564 municípios brasileiros, que retratam as três principais áreas desenvolvimento humano:
Educação, saúde e emprego e renda.

Estudo da Firjan aponta que 83% dos municípios não se sustentam

O dado faz parte de uma Pesquisa inédita sobre a gestão fiscal municipal, de 2006 a 2010

Entenda as notas: 0 – 0.4: gestão crítica           0.4 – 0.6: gestão em dificuldades

0.6 – 0.8: boa gestão          0.8 – 1: gestão de excelência

As cidades brasileiras não se sustentam. A maioria — 83% de 5.266 municípios, do total de 5.565 existentes hoje no país — não consegue gerar nem 20% da receita de seu orçamento. O dado faz parte de um estudo inédito da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan) sobre a gestão fiscal municipal, de 2006 a 2010. Nesse estudo, só 2% das cidades tiveram nota geral máxima — apenas 95 prefeituras têm gestão excelente das finanças, enquanto mais da metade do total, ou 64%, está em situação difícil ou crítica ao gerir o orçamento. A nota geral do país também pouco melhorou: subiu só 1,9%.

A Firjan criou um Índice de Gestão Fiscal que mede cinco itens: capacidade que o município tem de gerar receita (arrecadação); gastos com pessoal; capacidade de fazer investimentos; custo da dívida (o peso do pagamento de juros e amortizações); e uso de restos a pagar (a capacidade de pagar dívidas do ano anterior). Esse índice foi medido de 2006 a 2010, em 5.266 municípios (há 297 que não entregaram dados fiscais ao Tesouro, e, por isso, não entraram na pesquisa) — e um dos principais resultados foi a má administração municipal no item geração de receita. Nos 4.372 (83%) municípios que não geravam nem 20% das receitas, moravam 35,2% da população.
— São municípios que não se sustentam. Se fossem uma empresa, seriam como uma filial falida de uma matriz. Só 83 prefeituras, 1,6% do total, conseguem pagar a folha de pessoal com dinheiro próprio. As outras 98,4% precisam de transferências da União e dos estados — afirma Guilherme Mercês, gerente de Estudos Econômicos da Firjan.
— Cidades com frágil sistema de gestão e que vivem só das transferências federais caminham eventualmente para a falência — diz José Matias-Pereira, professor de Administração Pública da UnB.
Além da incapacidade de gerar receita própria, outra deficiência foi o aumento do gasto com pessoal, item que teve a nota que mais piorou de 2006 a 2010. Caiu 15,2%. Significa, diz a Firjan, que os gastos com pessoal passaram de 45% das receitas correntes líquidas das prefeituras para 50% — aumento de R$ 37,6 bilhões de 2006 a 2010, atualizados pela inflação. Enquanto isso, o gasto das prefeituras com investimento é baixo: metade delas está em situação difícil ou crítica nesse quesito, tendo aplicado em 2010, em média, 7% da receita. É no item investimentos que entrariam, por exemplo, projetos de infraestrutura em transporte e habitação.
Boa parte da explicação sobre a incapacidade dos municípios de gerar receita recai sobre a falta de desenvolvimento da economia local das regiões. Segundo a Associação Brasileira de Municípios (ABM), apesar de a maioria da população brasileira ser urbana, cerca de 50% das cidades do país têm base econômica agrícola, com atividades produtivas e renda da população que geram arrecadação de baixo valor.
— De toda a receita arrecadada no Brasil hoje, de 60% a 65% são da União; de 20% a 25%, dos estados; e apenas de 17% a 19%, dos municípios — sublinha José Carlos Rassier, secretário-geral da ABM. — A saída é estimular as economias locais e o desenvolvimento regional de forma integrada. Há má distribuição de recursos, principalmente levando-se em conta que, após a Constituição de 88, os municípios ganharam mais responsabilidades em Saúde e Educação, e até por isso houve mais gastos com pessoal. Mas a cooperação federativa precisa melhorar. No Uruguai, toda a educação é federal. Em outros países, há muitas obrigações para unidades regionais, equivalentes aos estados. Aqui, Borá (SP), com menos de mil habitantes, tem as mesmas obrigações de São Paulo.
Mesmo cidades com boas notas em gestão fiscal nem sempre oferecem à população serviços de qualidade ou boa infraestrutura urbana. Ourilândia do Norte (PA) é a sétima melhor do país, mas mais da metade de seus domicílios não tem saneamento, segundo o IBGE, e 12,6% de sua população com 15 anos ou mais são analfabetos.
— A boa gestão de hoje não tem efeito imediato no desenvolvimento do município — diz Gabriel Pinto, especialista em Desenvolvimento Econômico da Firjan. — Santa Isabel (GO), a melhor hoje, em 2006 estava na 4.510 posição. Hoje, ela pode ainda não ter bons indicadores sociais porque o reflexo da boa gestão nos serviços sociais é um processo de médio a longo prazo.
— Isso demonstra que boa gestão não necessariamente traz boa política social. Maior gasto com pessoal, mesmo com Educação, não necessariamente significa qualidade: pode ter havido mais contratações de professores, mas por baixos salários — diz Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. — Tem de se ver a qualidade do gasto, não só sua gestão.

fonte: http://oglobo.globo.com/pais/estudo-da-firjan-aponta-que-83-dos-municipios-nao-se-sustentam-4341519

Veja agora o Ranking com as 100 melhores cidades do Brasil para se morar:

1º São Caetano do Sul SP
2º São José do Rio Preto SP
3º Indaiatuba SP
4º Araraquara SP
5º Jaguariúna SP
6º Barueri SP
7º Sertãozinho SP
8º Marília SP
9º Santana de Parnaíba SP
10º Louveira SP
11º Vinhedo SP
12º Guaíra SP
13º Bauru SP
14º Itatiba SP
15º São Carlos SP
16º Boituva SP
17º Sorocaba SP
18º Ribeirão Preto SP
19º Paulínia SP
20º Iracemápolis SP
21º Hortolândia SP
22º Valinhos SP
23º Americana SP
24º Gavião Peixoto SP
25º Sud Mennucci SP
26º Atibaia SP
27º Santa Bárbara d’Oeste SP
28º Jaraguá do Sul SC
29º Vista Alegre do Alto SP
30º Limeira SP
31º Campinas SP
32º Itapecerica da Serra SP
33º Onda Verde SP
34º Jundiaí SP
35º Araçatuba SP
36º Itu SP
37º Araras SP
38º Catiguá SP
39º Santo André SP
40º Monte Alto SP
41º Orindiúva SP
42º Lins SP
43º Catanduva SP
44º Nova Odessa SP
45º Brusque SC
46º São José dos Campos SP
47º São João da Boa Vista SP
48º Vitória ES
49º Santos SP
50º Mogi Guaçu SP
51º Londrina PR
52º Tarumã SP
53º Sumaré SP
54º Maringá PR
55º Tietê SP
56º Tubarão SC
57º Macaé RJ
58º Aracruz ES
59º Piracicaba SP
60º Votuporanga SP
61º Cotia SP
62º Barretos SP
63º São Bernardo do Campo SP
64º Pinhais PR
65º Niterói RJ
66º Jaú SP
67º Diadema SP
68º Matão SP
69º Rio Claro SP
70º Bragança Paulista SP
71º São Paulo SP
72º Pindamonhangaba SP
73º Itabira MG
74º Itupeva SP
75º Curitiba PR
76º Maracaí SP
77º Olímpia SP
78º Blumenau SC
79º Presidente Prudente SP
80º Lençóis Paulista SP
81º Botucatu SP
82º Jandira SP
83º Morro Agudo SP
84º Promissão SP
85º Alumínio SP
86º Pereira Barreto SP
87º Mogi das Cruzes SP
88º Itajaí SC
89º Concórdia SC
90º Caieiras SP
91º Nova Lima MG
92º Marapoama SP
93º Amparo SP
94º São Vicente SP
95º Sebastianópolis do Sul SP
96º Poá SP
97º Ouro Branco MG
98º Videira SC
99º Cerquilho SP
100º Belo Horizonte MG

fonte: Firjan

 

About these ads

41 Respostas para “#RANKING DAS 100 MELHORES #CIDADES DO BRASIL PARA MORAR

  1. Esta pesquisa esta errada deveria ser refeita…

    • Por que você pensa isso Ana. Nós estamos publicando uma pesquisa feita por uma instituição bastante isenta, que não representa municípios, e nem é paulista. A FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO RIO DE JANEIRO – FIRJAN – está muito longe das influências políticas municipais, por isso consideramos uma boa fonte esta pesquisa. Claro que o resultado surpreende. Eu sou do Rio Grande do Sul, e só duas cidades gaúchas figuram na lista, é um alerta para os baixos níveis de renda no RS. Abraço, O EDITOR.

  2. Essa pesquisa esta errada sim Ana, ela não levou em conta praticamente tudo no que é usado para qualidade de vida, vou computado na pesquisa apenas localização de “serviços” e deixaram de lado praticamente todas as outras informações qualitativas para a qualidade de vida

    • Baseada em que esta pesquisa está errada Grabriela?
      Estamos a disposição para refazer o material se você nos indicar outra pesquisa fundamentada realizada por equipe s[eria e de renome. Abraços, EQUIPE DE REDAÇÃO.

    • Este ranking sucitou um enorme debate, muitas cidades que se consideram de ALTO NÍVEL DE QUALIDADE DE VIDA, na verdade tem deficiências básicas, como saneamento, e baixos níveis de renda. Claro que morar no interior do Brasil é instigante, mas a qualidade de vida de muita gente está comprometida por questões básicas de infra estrutura.

  3. Gabriel Thielmann

    Essa pesquisa não levou Poços de Caldas em consideração? É a melhor cidade do Brasil para se morar!! Hehehe

  4. “As cidades brasileiras não se sustentam. A maioria — 83% de 5.266 municípios, do total de 5.565 existentes hoje no país — não consegue gerar nem 20% da receita de seu orçamento.”

    MAS É ÓBVIO! SE A UNIÃO É A MAIOR ARRECADADORA DE IMPOSTOS. SE O MUNÍCIPIO FOSSE ARRECADAR DA MESMA FORMA QUE A UNIÃO ARRECADA, NÃO SOBRARIA DINHEIRO PARA AS EMPRESAS E CIDADÃOS.

    É A POLITICA ROBIN HOOD, TIRA O DINHEIRO DE QUEM TRABALHA PRA DAR PARA OS VAGABUNDOS. SOCIALISMO IDIOTA.

  5. Pingback: Jaraguá do Sul é a 28º colocada como cidade melhor para morar no Brasil ! : Nacont – Nossa Eficiência, Sua Satisfação.

  6. E Jaboticabal SP? provavelmente essa pesquisa não foi séria!! Eu conheço muitas cidades citadas e povo provar que Jaboticabal ganha de muitas.

  7. A pesquisa diverge radicalmente de varias já apresentadas, e os critérios subjetivos desse tipo de analise tornam os dados realmente facilmente contestáveis.

    Há metodologias, baseadas no Idh, no nível de escolaridade, nos níveis de emprego e renda bem mais consolidadas, e ainda assim, contestáveis.

    No fundo, o que quero dizer é que o erro está na origem, na formulação da pergunta: nao há, simplesmente nao há, as melhores cidades “para se morar”.

    Morar implica em propriedade privada, e o enfoque holistico será sempre equivocado. Morar implica em condições de mobilidade, renda, espaço urbano adjacente, serviços públicos qualificados, acesso à educação, cultura, esporte…e…vontade de aproveitar tudo isso…rs

  8. Eu moro em indaiatuba, aqui não tem hospital publico bom, o asfalto na cidade é horrivel, alto custo de uma pequena cidade, falam que aqui a renda é de R$ 3700,00 por familia, mas se perguntar para qualquer um eles não ganham mais que R$ 900,00 reais…Aqui emprego para produção tem, mas emprego coorporativo que pague o mercado ‘fala’ não existe…sei la eu moro nessa cidade e não existe essa qualidade de vida não…é só andar pelas ruas, aqui só tem praça e mato…agora emprego-renda não existe, mas se você for em bairros de classe alta ai sim la tem tudo isso…

    “Palavras de um morador de Indaiatuba”

  9. Porra, mas isso é uma lista de cidades com melhor gestão fiscal, e não as que são melhores de se morar, pelo que eu entendi. O erro não tá na pesquisa, mas no título do post, lol.

    • NO texto está bem especificado que a pesquisa leva em consideração a Educação, a saúde e o emprego e renda…
      o título é responsabilidade do autor, se o mesmo considera que melhor lugar para viver tem que ter estes quesitos nada impede que outras pessoas não possam discordar!

  10. A pesquisa me parece bastante razoável. Conheco bem diversas dessas cidades que aparecem entre as 30 melhores (Ribeirao, Araraquara, S. Carlos, S.J.Rio Preto.. e até uma bem pequena, de 10.000 habitantes, chamada Sud Mennucci). Sao realmente cidades com alta qualidade de vida. Acho que a pesquisa é bastante séria.

  11. João Bittar Filho

    Sem dúvida, pesquisa errada. A cidade de Franca, SP, está entre as 10 melhores do Brasil, pois sua agua é 100% tratada e possui 98% de esgoto tratado. Não existe nenhuma favela há mais de 20 anos e tem o maior índice de empregos do interior do Brasil, perdendo somente para São Paulo e Campinas. Seria muito bom refazer a pesquisa ou pelo menos incluir Franca com base nos dados reais da cidade, os quais são amplamente divulgados nos jornais. João Bittar Filho.

  12. O que acho que está errado é o título: “Ranking com as 100 melhores cidades do Brasil para se morar”; o mesmo não representa o intuito da pesquisa, que é só a respeito da uma *parte* da economia dos municípios, e está longe de representar qualidade de vida dos cidadãos.

  13. esta pesquisa esta errada, não leva em conta a infraestrutura, somente a questao economica

  14. Tomas Turbando Pinto

    Esta lista só pode ter sido feita por algum Paulista lunático e burro.

  15. Nossa, que base foi usada para chegar nesse resultado? Sou empresario e tenho 14 escritórios em capitais e algumas cidades do interior, e de todas Curitiba sem duvidas é a que melhor, tem infra estrutura e qualidade de vida, é muito diferente das outras cidades, tem muita cultura e um ambiente fantástico de modo geral, só no moro lá porque realmente não posso, mas pretendo levar a sede para lá. Isso não é somente opinião minha, mas sim de outros amigos que foram comigo para a mesma. Um até fez um comentário inusitado e engraçado quando saímos do aeroporto perguntando se realmente estávamos no Brasil, pois a organização, ônibus novos e bonitos, cidade limpa e pessoas bonitas… comentei isso porque me surpreendi em vi Vitória a frente de Curitiba, e com todo o respeito, a capital do Espirito Santo está a anos luz da paranaense, pois tenho um escritório em Vitória e sei o que digo. Moro em São Paulo.
    Grato.

    • Caro amigo; Quando Você vier a morar aqui, com o passar do tempo, vai conhecer uma face da cidade que é ocultada e pouco divulgada.
      Abraços.

  16. Como SP tem tantas cidades e não é o melhor estado em IDH? E mt estranho também o RS ser o 4 em iDH do país e não ter nenhuma cidade! :S

  17. O problema principal dessa lista é que ela não leva em conta a violência, nem uma serie de outras variáveis que influem diretamente na qualidade de vida de um ser humano. O nome da lista deveria ser: As 100 melhores cidades do brasil para se instalar uma FÁBRICA!

  18. essa pesquisa nao colocou jundiai entre as 10,jundiai tem a quinta maior economia do brasil entre cidades do interior.por isso n acredito nessa pesquisa.

  19. cade rondonopolis mt ai, tah tudo errado

  20. Percebe-se. Como se no Brasil tivesse algo de tão confiança assim. Diadema e Santo André, na lista dessas cidades, como se eu não conhecesse um pouco dessas cidades, horríveis. Qualidade de vida abaixo do padrão e muito. É uma pesquisa muito confiável (aff). Eu teria vergonha de publicar isso. Deve estar ganhando do governo para fazer isso.

  21. [modo irônico on] Diadema realmente é uma bela cidade onde a criminalidade chega a “zero” no mês [modo irônico off]

  22. Ai, ai, ai esses rankings… Inventam cada uma. Mas, com todo respeito: como é que podemos levar a sério um ranking que diz que viver em Onda Verde, é melhor do que em Itu? E morar em Gavião Peixoto é melhor do que em Atibaia? Sud Mennucci (???) melhor que Curitiba…E Orindiúva? Alguém imaginaria que é melhor morar lá do que em Santos? Aliás: onde fica Oriundúva????

    Ronaldo Acquaviva
    Sorocaba SP

  23. MUITO BOM. GOSTEI DAS INFORMAÇÕES, O BRASIL É MARAVILHOSO, APESAR DE SEU POVO (A MAIORIA) NÃO SER PATRIOTA, EU AMO MINHA PÁTRIA, É UM DOS LUGARES MAIS LINDOS DO MUNDO, SÓ FAÇO TURISMO AQUI,

  24. Rank feito por um paulista, né? No mínimo 95% das cidades fica em São Paulo, hehehe. Brincadeira. Vai ser bairrista assim lá no……

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s